SAMBA DE RODA

SAMBA DE RODA

Samba de roda iê iê
Samba roda iá iá
Ogum e changô
A homenagear.

Do leste e do oeste
Do norte e do sul
O povo esta chegando
Formando o mar humano.
Nesse clima de festa
A felicidade paira
Como quem se manifesta
À todos abençoando.

Cantando samba de roda
No terreiro de sinhá
A mais bela que existe
Sente prazer no olhar.
Desde nossos ancestrais
No terreiro é assim
Cantando samba de roda
A vida é um jardim.

Flores de variadas cores
Exalando suas fragancias
Convida a todo mundo
Para entrarem na dança.
Madrugada avançando
Ninguém pensa em parar
Por certo Irão dançar
Até o dia clarear.

Nesse clima de festa
A vida é uma beleza
Todo mundo esta feliz
Não existe tristeza.
A poeira levantando
Enquanto as horas vão
Melodia ecoando
Semeia paz e união.

_________________________________

TEM NADA NÃO

Não tem nada não
Não tem nada não
O grupo do tem nada não
Cumprindo sua missão.

E desse jeito
Vai selebrando a vida
Dos momentos infelizes
Aos momentos felizes.

Os momentos infelizes
Serve de aprendizado.
E os momentos felizes
A ser comemorados.

O mestre Bruno
E o poeta Teixeira
Nessa nova parceria
Faz tudo ser positivo.

E nessa dança
Dança o corpo, dança alma
Em todas as dimensões
Aonde existe vida.

Vamos viver
No paraíso agora
Dançando tem nada não
Todo dia, toda hora.

Anúncios

NÃO JOGUES

NÃO JOGUES

 

Por favor não jogues

Não jogues pinga no balcão.

Por favor não jogues

Não jogues pinga no balcão.

Por que o santo não bebe

Nem ajuda limpar o chão

Não jogues.

 

Meu caro amigo

Por favor preste atenção

Se bebes para esquecer

Pagues antes de beber

Não jogues.

Por favor não jogues…

 

Dizem que bêbado não pensa

Mas nessa não acredito.

Por que se ele não pensasse

Não pendava em beber

Não jogues.

Por favor não jogues…

 

Ainda bem

Que o bêbado tem protetor

Ele deita com São João

Levantam com São Risal

Não jogues.

Por favor não jogues…