IMPOSIÇÃO DO PODER

A incrementação, de um plano secreto, por mais que com efeitos bárbaros, dependendo, por quem ele foi perpetrado, ganha conotação diferente. Os impérios contemporâneos, de grande potencial bélico, e aeronaves possantes, exploram o espaço aéreo, fazendo observações que lhes interessa, sem que os alvos eleitos, percebam a sua presença. Caso isso aconteça, o tempo do acontecido, muitas vezes, ficou distante no passado.

Normalmente essas observações, detectam riquezas naturais, mapeiam suas fronteiras, e planejam operações secretas. Quando as vítimas menos esperam, as ações já foram perpetradas. E diante das estruturas montadas, muito bem planejadas, para que tudo aconteça, com a menor margem de erros, a ação já está consumada. Devido ao fato de as vítimas, não estarem preparadas, para o enfrentamento de embates, com os então grandes impérios. Acoadas elas sedem.

Por mais que simulam negociações, por meio da diplomacia, pousando de nação amiga. Seus objetivos já foram alcançados. Com o essencial perpetrado, a soberania do império, com o território conquistado, independente do método usado, tem peso de legalidade, mesmo ele tendo usado, artifícios autoritários, contra um menos preparado. Prevalecendo assim o poder, do maior contra o menor.

Autor: Ademildo Teixeira Sobrinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s