TRAÇAR UM NOVO RUMO

TRAÇAR UM NOVO RUMO

Em dias nebulosos
Quando ventos desfavoráveis sopram.
É hora de traçar um novo rumo.
Quando ao olhar para o céu
Não ver estrelas brilhando.
É hora de traçar um novo rumo.
Quando o sol devastador
Acabar com a plantação.
É hora de traçar um novo rumo.
Quando a semente semeada
Na terra seca não germinar.
É hora de traçar um novo rumo.
Busque no fundo do coração e da alma
A fé que possivelmente lhe falta
Para o que almeja acontecer.

Se as coisas continuarem erradas
E seus problemas não se acabarem.
É hora de traçar um novo rumo.
Quando o novo dia amanhecer
Não tiver nada para fazer.
É hora de traçar um novo rumo.
Se ao pedindo proteção a Deus
Ele não lhe atender.
É hora de traçar um novo rumo.
Busque no fundo do coração e da alma
A fé que possivelmente lhe falta.
Para o que almeja acontecer.

______________________________

TRABALHADOR

A diferença entre o ser e o estar
Leva trabalhadores a cometerem
Erros sistêmicos irreparáveis
Ao se apresentarem como tal.

Dentre os “estar” do trabalhador
Está ocupar cargo de confiança
Como encarregado de seção.
Ele não te permite dizer, “sou”!

“Sou” é um qualificativo
Que diz da essência da pessoa.
Descrevendo o “ser” que ela “é”!
E não o cargo que ela ocupa.

Porém, o sujeito pode “ser”!
E pode “estar” ao mesmo tempo!
Desde que se preparou para isso
Por meio de uma formação.

Ou por meio do que ele “é”!
Como fenômeno a manifestar
Expontâneamente a excelência
Externada do seu âmago.

Portanto você trabalhador
Defensor da importância do “ser”
Por certo não irá mais trocar
O verbo “ser”! Pelo verbo “estar”!

Ou, inversamente falando.

_______________________________

REALIDADE PREOCUPANTE

É sabido por todos
Que governos usam a calamidade
Para incrementarem suas ações
Com base em três pilares:
Saúde, educação e segurança.
Isso é feito por meio da omissão
Para resolução das demandas
Até instalar o caus social.
Demandando ações emergenciais.
A partir do momento em que
A população demandante
Em função da sobevida que vive
Por falta de alternativas
Implorar aos gestores do estado
Para que algo seja feito
Para amenizar seus problemas.

O problema é que quando
O caus já está instalado
O mínimo que se faz
Para a população demandante
Passa a ser um grande feito.
Porém os meios usados
Para a resolução dos problemas
A angariação dos fomentos
É por meio de um grande projeto.
Demandante de alto valor.
Mas este valor ao chegar
À origem da sua causa
Tem a execução de investimento mínimo.
Apenas o exencial
Para garantir a sobrevida
Da população demandante.
Gerando em fim:
Um grande valor desviado.
Esta é uma realidade preocupante.

Anúncios