OUTDOOR

OUTDOOR

 

Ao ler Drumond de Andrade

O poema em que ele relata

A questão do eu etiqueta

Pus-me também a refletir.

Eu que jamais pensei

Um dia ser autdoor

Ou coisa com ele parecida

De repente assim, vi-me.

 

A imposição capitalista

Com suas grifis e marcas

Nos utensílios e utilitários

Transforma o consumidor

Em garoto propaganda.

Sem que ele isso perceba.

Não quero dizer que sou!

Mas, não posso dizer que não.

 

Após a leitura que fiz

Passei a viver um conflito…

Sem poder desvencilhar-me.

Conforta-me saber que sou

Mais um entre os demais, infelizmente

Vítima deste importuno jugo

Em dúvidas com a própria identidade

Em meio…  Ás coisas vivendo.

Sentindo-se como uma delas.

Anúncios

Um comentário em “OUTDOOR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s